Mundo Novo já prepara o Observatório Social

Mundo Novo já prepara o Observatório Social

Nesta sexta-feira (23), na sede da ACIMN Associação Comercial e Industrial de Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul, município com cerca de 18 mil habitantes, , deu-se o primeiro passo rumo a criação do 2º Observatório Social do Estado e com uma platéia de aproximadamente 45 pessoas, a gestão provisória de instalação formada por Ricardo Schunemann (Presidente) e Julio Lucca (Secretário OS e Presidente ACIMN) fez a primeira apresentação pública da entidade que ora, está criando corpo e angariando voluntários para que já em 2017 possa iniciar seus trabalhos de observação dos gastos públicos. A apresentação contou com a participação do presidente nacional do Observatório Social do Brasil, Ney da Nóbrega Ribas, que estava em Lages (SC) e fez a apresentação da palestra via Vídeo Conferência, e que ao vivo, respondeu as perguntas dos presentes.
O Observatório Social é um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.
Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.
Atuando como pessoa jurídica, em forma de associação, o Observatório Social prima pelo trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos. Além disso, o Observatório Social atua em outras frentes, como:

• a educação fiscal, demonstrando a importância social e econômica dos tributos e a necessidade do cidadão acompanhara aplicação dos recursos públicos gerados pelos impostos.
• a inserção da micro e pequena empresa nos processos licitatórios, contribuindo para geração de emprego e redução da informalidade, bem como aumentando a concorrência e melhorando qualidade e preço nas compras públicas.
• a construção de Indicadores da Gestão Pública, com base na execução orçamentária e nos indicadores sociais do município,fazendo o comparativo com outras cidades de mesmo porte. E a cada 4 meses realiza a prestação de contas do seu trabalho à sociedade.

O momento da apresentação foi importante, pois, escolhendo a data antes das eleições, o Observatório Social de Mundo Novo poderá iniciar seus trabalhos com imparcialidade, já que deu a conhecer a sociedade da sua existência, antes do município conhecer quem será o seu comandante máximo do poder executivo e seu legislativo, neutralizando qualquer tentativa de julgar a entidade como perseguição política.
Também estiveram presentes na apresentação, presidentes de 2 municípios próximos a Mundo Novo, Itaquirai e Navirai, que participaram por interesse em também instalar nas suas cidades o Observatório Social.
Os próximos passos da entidade agora, serãode angariar o máximo de participantes e entidades parceiras, formatar suas constituição formal, formar e treinar seus membros, e sempre com apoio de suporte do Observatório Social do Brasil que mantém treinamentos e orientações constantes para todos os Observatórios do país.
Recentemente Mundo Novo, através da ACIMN – Associação Comercial e Industrial de Mundo Novo,com apoio do Sebrae e FAEMS-Federação das Associações Empresariais do MS, coordenou uma comitiva com cerca de 30 pessoas, onde participaram presidentes de Associações comerciais do estado, diretores e Sebrae e em visita técnica a ACIM de Maringá, no programa chamado de “Visite a ACIM”, tiveram durante todo o dia, apresentações ao grupo das diversas frentes de atuação daquela entidade, dentre elas, o Observatório Social, o que incentivou ao município criar também o seu Observatório. 
“Estamos dando o primeiro passo para cumprir com a nossa cidadania” e caberá a cada um de nós, cidadãos mundonovenses, participar e contribuir para uma sociedade mais justa”, disse o Presidente OS Ricardo Schunemann e JulioLucca enfatizou que, “não devemos sempre julgar, criticar ou apontar os erros dos outros, temos é que participar ao máximo de ao menos uma entidade da sociedade civil organizada, e através delas, podermos promover o exercício da cidadania”.
Até o final de 2016 o Observatório Social de Mundo Novo, estará oficialmente constituída.


PUBLICADA EM: 28/09/2016 10:58:55 | OUTRAS NOTÍCIAS | VOLTAR
FONTE: ACIMN
0
VAGAS EM ABERTO
Confira nossas oportunidades
CURSOS E TREINAMENTOS
Turmas e cursos em aberto

Nossos contatos
Vamos conversar?

  • 31 - 2128-6133
  • 31 -
  • hjrh@hjrh.com.br
  • hjrh@hjrh.com.br
  • Fale conosco